quinta-feira, 25 de junho de 2009

Seu olho me olha, mas não me pode alcançar

"Você não me pega,
você nem chega a me ver

Meu som te cega, careta,
quem é você?"





Maria, cadê vc?
Menina, deixa de ser descontrolada. Vai Maria, ser fóda na vida! Então Maria, qual é o gatilho que te impulsiona? Do que vc precisa? O que nós (pelo tanto que te amamos) devemos fazer para você ser menos torta na vida? Será mesmo que as pessoas só aparecem na sua vida, de Maria, por acaso na vida ainda?É pura gratuidade ter alguém na sua cama, Maria? Ou é um ato que é possível transcrever para uma tela de cinema, de pintura, para a tela da sua mente, Maria?
Qual o caminho você usaria para desvendar o seus descaminhos na vida, Maria? Onde está você menina? Menina que tanto ria, menina que cria, menina que tanto sabia e mesmo assim ainda ardia, aquela menina linda que vivia transformando a vida e as imagens em poesia? Onde está escondida a sua poesia Maria? Cadê minha querida, a sua menina mais atrevida? Cadê, cadê você menina?

5 comentários:

FNORD! disse...

Acho que todos nós procuramos a Maria...
.
É meio difícil olhar pro lado de dentro da cabeça, mas eu ainda tento!

Jana. disse...

"Onde está você menina? Menina que tanto ria, menina que cria, menina que tanto sabia e mesmo assim ainda ardia, aquela menina linda que vivia transformando a vida e as imagens em poesia?"

Queria saber tb.

Bjos

Lelê Manna disse...

Putz! Seu blog é ótimo!!! Bacana mesmo!!!

PATRICKÍSSIMO disse...

Não sei, Isadora.

É isso que você exige de mim? Saber onde está Maria?

É minha culpa, a minha máxima culpa: capricornianos adoram uma culpa.

Não sei onde está essa Maria, Maria.

Estive por aqui confessando tudo.

André disse...
Este comentário foi removido pelo autor.